Ostentando a tentação que é a SUA mulher. (Antigo PÉS E CORNOS)

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Pergunta se ele gosta?

Adora! Quanto mais vagabunda ela é, quanto mais chifre ela bota, quanto mais preto comer ela, mais dura a rola do corno manso fica hahahahah



9 comentários:

  1. É meu maior prazer ficar na punheta enquanto alguem fode minha mulher,só fico de pau duro vendo a Sandrinha dando pra outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm tenho esse fetiche amigo muito bom

      Excluir
  2. Meu pau só fica duro quando o negão tá esbagaçando a bucetinha da minha esposa

    ResponderExcluir
  3. Felizmente minha branquinha é totalmente viciada em caceta preta desde nosso noivado. É uma delícia chupar a putinha toda larga e cheia de leite de preto.

    ResponderExcluir
  4. Eu as vezes fico na punheta, mas o que eu gosto mesmo e ficar na filmagem. Enquanto ela se arreganha para o comedor eu fico filmando os momemntos de prazeres dela. Foco na buceto, nos peitinhos e na cara de safada. Ele adora me chamar de corno enquanto filma. Arreganhar as pernas e pedir rola no cú. Eu gamo. Melhor ainda quando tem aquela fila de macho fudendo-na. Depois, com mais calma, quando todo mundo foi embora coloco os videos na TV da sala e bato uma punheta, quando ela não me paga um boquete gostoso de puta. Por isso eu amo minha mulher, ela sabe me fazer feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois de tudo vc vr os vídeos e toca punheta. Kkkkkkk vc é muito frouxo seu M..

      Excluir
  5. Eu fico assistindo tudo gosto de ficar com o pau bem duro vendo ele socar gostoso nela, fico sentadinho esfregando o cúzinho na poltrona so na imaginação ela gemendo de repente a porra começa a sair do mau pau,dou umas piscadas no cú sai o restinho ai ela goza dando fortes socadas nela meu pau fica duro outra ves pra ela chupar

    ResponderExcluir
  6. Que delícia tudo isso, preciso ter um corninho só meu

    ResponderExcluir
  7. Olá meus amigos, tudo bem .

    Sou casado há 26 anos e CORNO também há 21 anos e hoje ajudo a minha esposa com seu amante fixo que frequenta há 6 anos a minha casa e também um casal maravilhoso, onde saímos, jantamos fora, viajamos e transamos sempre que possível, na qual esta amizade já dura há 12 anos
    Minha esposa me faz de mordomo para atender as suas necessidades quando transamos com eles, levando cerveja, vinho, água, petiscos e o que pedirem em geral.
    O amante dela transa e goza dentro da buceta sem camisinha e ela me faz limpar o pau dele e a buceta dela com a boca e língua, enquanto eles namoram e se beijam e nem se importam com a minha presença, ou seja, me ignoram por completo.
    Eu já até dei banho no amante para que ele pudesse transar limpo e cheiroso com a minha esposa, inclusive lavando muito bem o seu pau.
    Saliento que este amante de 6 anos de convivência, também é muito bem casado, a esposa dele frequenta a minha casa, sabe das nossas transas, mas não curte esta modalidade, inclusive já assistiu algumas transas nossas, mas não quis participar, mas é bem liberal e tem uma cabeça muito aberta.
    Com o casal, sou bem mais liberal, inclusive com o marido, pois transo com ele literalmente, ou seja, como a bundinha dele e dou bem gostoso, nos beijamos muito, bebemos porra um do outro, sem tabus e sem preconceitos e na frente das nossas esposas.
    Fazemos tudo e de tudo entre quatro paredes com este casal, inclusive dupla penetrações nas nossas esposas.
    Minha esposa por sua vez, se delicia muito com este casal, beijando, chupando e transando também muito gostoso, no qual já viajou sem a minha presença para outro Estado com este casal e já dormiu na casa deles algumas vezes sem que eu estivesse junto, pois estava em viagem a trabalho.
    Confesso que fazer a minha esposa de puta, partiu de uma conversa que EU tive com ela, pois chegamos até mesmo a ficar estremecidos com esta conversa por algum tempo, mas aos poucos fui convencendo e mostrando que nada mudaria o nosso amor, muito pelo contrário, só aumentou.
    A primeira transa com outro homem demorou muito para acontecer e foi numa Cidade vizinha com uma pessoa que encontramos na internet, e que foi muito bom, pois ela chupou, beijou e transou muito com ele, inclusive me humilhando enquanto transava com o amante, me chamando de corno, pau pequeno, frouxo, entre outros, depois houveram muitos outros homens, bem como com muitas mulheres e casais também.
    Hoje nos amamos muito e estamos juntos em todos os momentos, exceto com este casal que tem esta liberdade de transar com a minha esposa sem a minha presença, mas confesso que também transamos com a esposa dele sem que ele esteja presente, e eu transo com ele sozinho, sem a presença das nossas esposas e nossas esposas transam entre elas sem a nossa presença............é muito gostoso esta liberdade que adquirimos com este casal de 12 anos de amizade.
    Adoramos esta cumplicidade.
    Abraços
    Corno Marcos ( marcos_sp@yahoo.com.br )

    ResponderExcluir