Ostentando a tentação que é a SUA mulher. (Antigo PÉS E CORNOS)

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Relato: Porque é tão difícil para a mulher aceitar a fantasia de corno/hotwife?

Como eu já disse antes, meu blog não é apenas vídeo amador nacional. A ideia aqui é discutir e divulgar o fetiche.  Seguindo essa lógica, temos aqui mais um post dedicado a refletir sobre o assunto. Dessa vez vou traduzir um debate feito entre um corno frustrado e uma hotwife. Eles falam sobre a dificuldade que as mulheres tem em abraçar esse fetiche.

O papo é bem legal e eu acho válido mostrar para sua esposa que ainda reluta em te botar um chifre. Não é todo dia que temos a perspectiva de uma mulher sobre o assunto.

Seque o link da conversa original. (está em inglês).


Corno Frustrado:

"Eu fico pensando. Porque é tão difícil para a mulher entender o fetiche corno/hotwife? Se ela me dissesse que gostaria de me ver fazendo sexo com mulheres mais bonitas, com peitos maiores e bucetas mais profundas...etc a maioria dos homens, eu acho, fariam tipo 'é claro!'. Mas isso, na verdade, seria apenas uma forma dela querer ouvir eu dizendo que ela é a melhor de todas. Minha esposa aceitou um pouco o fetiche e está aprendendo sobre o assunto, mas ainda, ocasionalmente, isso tudo fica muito pesado para ela. "Você quer que eu seja uma piranha. Eu simplesmente não consigo fazer isso." Bem, sim e não. Estou apenas divagando aqui, mas a gente não pode ter direitos iguais? A mulher não pode ser uma criatura tarada e os homens puritanos? O quão difícil é para mulher se divertir fazendo sexo com um amante mais qualificado? Eu gostaria de saber porque é frustrante as vezes, mas eu adoro."


Resposta da Hotwife:


"Para mim a promiscuidade/piranhice não era um problema. Eu sempre fui sexualmente liberal e nunca me importei com a opinião dos outros. Eu tenho poucas inibições sexuais, se tiver. Eu sempre amei a ideia de ser uma vadia.
A parte difícil para mim era a troca. Eu estudei as diversas formas de troca ou poliamor por uns dois anos antes do meu namorado falar sobre hotwife, portanto meu primeiro contato não foi um grande choque. Mas entender é muito diferente da realidade quando você começa a considerar que vai de fato realizar. Em uma sociedade predominantemente monogâmica  na qual somos criados, as mulheres são ensinadas desde cedo que ciúme (moderado) é um sinal de que o homem ama a gente. A maioria das pessoas pensa que se eles estão felizes com os parceiros, eles não deveriam nem sentir desejo por outras pessoas. Eles não deveriam querer fazer sexo com outras pessoas: seu parceiro deveria ser seu melhor amigo, blablabla....
Quando eu me casei com 25 anos, eu pensava que o meu marido era tudo pra mim. Que nós deveríamos realizar todas as necessidades um do outro. Durante muitos anos eu me sentia culpada por causa das quedinhas que eu sentia por outros caras. Eu sentia culpa por causas dos climas de paquera que eu desenvolvia com outros homens. Eu larguei o meu marido depois de 15 anos de relacionamento por causa, em parte, da nossa cama vazia e por ele sempre me decepcionar. Eu percebi o quando fui ingênua quando eu era mais nova.
Quando esse meu atual namorado me perguntou sobre trepar com outros homens, de cara eu falei não. Mas ai eu pensei um pouco sobre o assunto e me perguntei "Porque não?". Eu já tentei o modelo tradicional e claramente não funcionou para mim. Demorou um tempo para a minha cabeça se adaptar a ideia. Eu ainda estou aprendendo, mas eu pensei que se isso vier a interferir no nosso relacionamento nós ainda sim vamos ter que superar isso e sermos fortes ou então vamos nos separar, portanto, que seja. Mas eu adoro ser encorajada a mandar nudes, flertar, e trepar com outros homens. Eu adoro saber que se eu ficar atraída por outro cara isso não vai machucar o meu relacionamento de maneira alguma.
Você não tem noção das mensagens repressivas que as mulheres internalizam por séculos. Alguns pensamentos de merda que tantas mulheres tem que sustentar."



Uma bebidinha sempre ajuda a relaxar
(imagem ilustrativa)



8 comentários:

  1. Comigo aconteceu assim.Eu incentivava minha esposa a paquerar discretamente com machos que ela achasse interessantes mas somente quando estávamos em lugares onde ninguém nos conhecia.
    Essa prática passou a fazer parte da nossa rotina nos barzinhos,praias e clubes.Sempre onde tivesse muita gente.Minha gata se produzia beleza para chamar a atenção dos machos e ser cobiçada.Daí ela escolhia um e começava a paquerar,trocando olhares e depois beijinhos...
    Com o passar do tempo,começamos a dar espaços para que os caras escolhidos chegassem junto nela.E dessa fase para a primeira cantada foi rápido.Para a primeira trepada também.Lembro que estávamos na praça de alimentação de um shopping e o cara deu em cima dela.Paquerou,marcou o encontro e comeu minha esposa no estacionamento dentro do carro dele.A partir daí minha esposa já experimentou muitos machos e tamanhos de pica diferentes e eu aceito numa boa.Adoro quando estamos num local e um macho começa a dar em cima da minha mulher,que é muito bonita e gostosa.

    ResponderExcluir
  2. a unica diferença da sua história pra minha é que o garanhão comeu a Nina no meu carro e na minha presença.

    ResponderExcluir
  3. A minha demorou muito pra topar, porém por pura auto estima baixa. Mas depois de dar para o primeiro comedor, 20 anos mais jovem do que ela, e o garoto correr atrás dela desesperado, pedindo bis, a Li ficou bem mais animada. Publicamos algumas fotos dela na internet... Lendo os comentários e vendo aquele monte de paus duros loucos pela bucetinha dela, ficou mais animada ainda. Acaba de convidar o primeiro comedor para vir come-la em nossa casa e já está selecionando pelo menos uns três candidatos para quem gostaria de dar. E já prometeu que assim que tiver um pouco mais de experiência vai realizar minha fantasia de ver um antigo amigo comendo ela. O escolhido foi o César, um cara bacana, muito gente boa. Acho que ele vai ficar de boca aberta quando souber que minha recatada esposinha é, na verdade, uma fogosa e obediente putinha, disposta a dar sua buceta apertadinha pra ele.

    ResponderExcluir
  4. A minha tinha fantasia de dar pra dois desde que conheci ela, quando a gente trepava eu aguçava a ideia ela falava que sim mas sempre se fazia, eu particularmente não iria ter coragem mas insistia porque queria ela me chifrando isso sim. Demorou bastante até que um dia pego o telefone dela e vejo o ex dela namoradinho da adolescência mandando recadinho e tal, peguei o whtass dele e dei a real, cara vou te ajudar a comer ela! Ele caiu pra trás, não acreditou achou que estava de brincadeira, foi aí que comecei a amadurecer a ideia é ela se fazendo, era namorico só de beijinho nunca tinha dado pro cara, ela tinha 15 anos na época quando namorava ele. Cada vez que íamos trepar falava nele e ela se molhava de tesao em imaginar a pica dele entrando na buceta, mas depois relutava e não dava, até que um belo dia estou no trabalho e mando uma mensagem pra ela e ela não me responde, depois de 1h me respondeu e respondeu na lata! Demorei pra responder porque estava fudendo! Cai pra trás, não acreditei, uma mistura de tesao com uma adrenalina insana assim, fiquei de pau duro na hora, não acreditei, e ela falou, quando tu chegar em casa tu confere! Nossa que tesao que me deu, não consegui mais trabalhar, fui no banheiro e gozei pensando no que eu ia encontrar quando chegasse em casa. Cheguei e fui direto dar um confere, calcinha ainda melada cheia de porra e ela me olhando com aquela cara de puta loka pra dar de novo, só me disse, era isso que tu queria? Então vem chupar a porra do meu macho vem! Cai de boca na hora, um tesao absurdo, nunca tive igual, lambi tudo, pau latejava, buceta toda arrombada, ele tinha o pau grande, judiou da minha puta, e ela adorou, adorou tanto que até hoje fode com ele, agora estou escrevendo esse relato e ela lá, dando pra ele novamente, To só na espera de ela chegar e esfregar na minha cara buceta toda melada de novo! Ama aquela pica, não vive mais sem dois paus ela mesmo relata, é muito ótimo ser corno, não tem explicação a sensação, tesao que só quem curte o fetiche sabe!

    ResponderExcluir
  5. Gente já fui fico sei que é ser adoro amo casada prefiro sempre com esposo olhando moro Irajá RJ tenho 45 anos zap 971219190

    ResponderExcluir
  6. Só relatos excitantes hein!! Pena q a minha esposa ainda não deu p outro rsrs

    ResponderExcluir
  7. A minha n quer de geito nenhum fica nervosa já falei que n quero troca quero só ser corno submisso ela não topa e ela é novinha gostosa os machos ficam louco meus amigos todos tem vontade e me falam e eu sempre me excito

    ResponderExcluir
  8. Amigos,

    Conhecem a velha máxima que diz "não existe mulher difícil, só existe mulher mal cantada"? É a mesma coisa. Minha mulher era tímida, comportada, recatada, não falava nem palavrão e tinha vergonha de ouvir. Com o tempo fui quebrando barreiras e passando obstáculos. Consegui desmanchar os tabus, um a um. É preciso paciência e trabalho. O meu caminho não foi pedregoso e acho que serve para quase todos. Uma noite, no meio da foda, perguntei se ela tinha alguma fantasia. A resposta foi "não sei, nunca pensei nisso". Comecei a explorar possibilidades. Expliquei algumas fantasias mais comuns entre as mulheres, assistimos a diversos vídeos, tudo bem didático. Um dia ela me contou de um amante que teve e que tempos depois de se afastarem ela fantasiava com ele. Foi o gancho. Fiquei com muitos ciúmes e ela adorou. Dali para frente foi só desenvolver o tema.

    ResponderExcluir